PATRIMÔNIO E MEMÓRIA

FacebookLinkedInGoogle+WhatsApp

Sítio Histórico

Casa Gomes Jardim

A edificação foi construída por Antônio Ferreira Leitão em 1790, para servir de sede para a sua estância. O futuro líder farroupilha, José Gomes de Vasconcellos Jardim, devido ao seu casamento com Isabel Leonor Ferreira Leitão, filha de Antônio, passou a residir no local. Entre outras curiosidades que envolvem a residência, está o falecimento do General Bento Gonçalves da Silva, vítima de pleurisia, em 1847.
A antiga residência de Gomes Jardim, que desde 1934 se encontra dividida em duas casas, foi posteriormente utilizada como escola e comércio de secos e molhados. O imóvel, tombado pelo Patrimônio Histórico e Cultural do Estado em em meados dos anos 1990, pertence atualmente à família Leão, adquirido pelo Doutor Gastão Leão (pai do atual proprietário) na década de 30.
O tombamento ocorreu através da Portaria do SEDAC 31/94, em 21 de Novembro de 1994.


Cipreste

Localizado no Sítio Histórico de Guaíba, no centro da cidade, o Cipreste é um monumento natural e cultural do município, presente no hino, no brasão e na bandeira da cidade. A partir da década de 1990, a árvore tornou-se o símbolo oficial de Guaíba, após intenso trabalho de preservação protagonizado pela Família Leão e pela AMA.
Segundo relatos históricos, foi sob sua sombra que os chefes da Revolução Farroupilha, Bento Gonçalves, Onofre Pires e Gomes Jardim, se reuniam para traçar estratégias de invasão a cidade de Porto Alegre.
A Lei Estadual 12.150, de 21 de setembro de 2004, declara o Cipreste Farroupilha como Patrimônio Cultural e Histórico do Estado. Entre as justificativas, está a sua constituição como referência histórica para a cidade e para o estado, tendo sido tramada à sua sombra a tomada de Porto Alegre, em 19 de Setembro de 1835, que culminou na Revolução Farroupilha.

FacebookLinkedInGoogle+WhatsApp